Moles malignos (verrugas, papilomas)

marcas de nascença nas costas de uma menina Moles estão no corpo de cada pessoa. Na maioria das vezes eles são benignos e não trazem nenhum perigo.

Mas sob a influência de fatores patológicos, os nevos podem degenerar em um tumor maligno - o melanoma. Este é um dos tumores que mais crescem no corpo.

A doença (especialmente em sua forma avançada) é difícil de tratar. É importante reconhecer os sintomas perigosos e iniciar a terapia.

Causas de malignidade

Qualquer toupeira pode se transformar em câncer. Isso requer exposição prolongada a fatores adversos. Pré-requisitos básicos:

  • radiação ultravioleta (solar ou artificial);
  • a presença de queimaduras solares na história;
  • formação de trauma;
  • a presença de um certo tipo de nevo (complexo, limítrofe, azul, melanocítico intradérmico);
  • um grande número de moles (mais de 50);
  • idade acima de 50 anos;
  • câncer de pele em parentes ou no próprio paciente no passado.

Sinais de um nevo maligno

O melanoma é um tumor canceroso formado por melanócitos (células da pele que produzem melanina). A doença se espalha através do corpo com sangue e fluxo linfático, portanto, as metástases são fáceis de detectar em qualquer órgão. O melanoma é mais comum em loiras de pele clara com olhos azuis.

Um tumor pode ser formado principalmente na pele e membranas mucosas, ou pode renascer a partir de um nevo. Portanto, você precisa inspecionar periodicamente seu corpo.

Fotos de verrugas e verrugas malignas

Atenção, o conteúdo pode ser desagradável para ver.

Há vários sintomas que valem a pena prestar atenção:

sinais de melanoma

  • mudando o contorno do nevo - seu tamanho pode aumentar, a borda torna-se difusa, embaçada, desigual;
  • mudança de cor - escurecimento, clareamento;
  • formação de compactação;
  • coceira e queima da pele na área da toupeira;
  • ulceração da superfície;
  • calvície da área da pele;
  • sangramento de um nevo.

Como distinguir uma toupeira benigna de uma maligna?

Se os sinais listados acima geralmente correspondem a um nevo maligno, então um dos mais benignos parece mais inofensivo:

  • mole benigna simétrica, tem um contorno suave, uma borda clara;
  • todas as partes da formação são uniformemente coloridas;
  • a superfície é lisa e uniforme;
  • o nevo não muda seu tamanho;
  • não causa desconforto.

Se esses itens se encaixam na descrição de sua educação, você não deve se preocupar. Caso contrário, é melhor confiar o diagnóstico ao médico.

Qual médico deve ser consultado se você suspeitar de um nevo maligno?

menina no médico O dermatologista-oncologista lida com o tratamento e diagnóstico de tumores malignos da pele. Tal médico está recebendo em clínicas privadas e em público (dispensário oncológico ou dispensário de pele). Se é difícil encontrar este especialista em sua cidade, você pode contatar um oncologista, um dermatologista ou um cirurgião.

Acontece frequentemente que chegar a um especialista é difícil: não existe um cupão ou um registo errado. Neste caso, você pode contatar o terapeuta local. Cada médico pode conduzir um diagnóstico primário da doença.

O principal é não atrasar uma visita ao médico!

Como o diagnóstico é realizado quando há suspeita de câncer de pele?

Primeiro de tudo, o médico examinará seus sintomas detalhadamente. É importante saber por quanto tempo as mudanças começaram? Quão rápido é o processo? Com que frequência você foi exposto a fatores patológicos?

Então você pode proceder à inspeção. Um método indispensável para diagnosticar doenças de pele é a dermatoscopia - um exame de um nevo com uma lupa ou um dermatoscópio especial. A avaliação da aparência da educação é realizada na escala ABCDE:

método de reconhecimento de melanoma

  • A - assimetria,
  • B - borda acidentada
  • C - a diferença de partes da toupeira por cor,
  • D - o tamanho de um nevo é mais de 6 mm,
  • E - a variabilidade da educação.

Além disso, o médico pode prescrever um esfregaço de nevo. Tal exame tem um certo risco, uma vez que durante o método, você pode danificar a toupeira, o que provoca o crescimento de células cancerígenas.

O diagnóstico final pode ser feito somente após a excisão do melanoma juntamente com os tecidos circundantes. Após a cirurgia, a amostra é enviada ao laboratório para análise histológica. Determine se o tumor é completamente removido e sua taxa de crescimento (índice mitótico). É necessário que o direito de nomear mais tratamento.

CT, MRI e ultra-som dos órgãos internos são prescritos para traçar a presença de metástases para os tecidos circundantes, órgãos e gânglios linfáticos.

Tratamento da doença

Se as verrugas ou papilomas são frequentemente removidos com a ajuda de criodestruição ou eletrocoagulação, este método é completamente inadequado para nevos malignos. As chances são de que o tecido não será completamente extirpado e as células cancerígenas permanecerão no fundo da ferida.

Neste caso, o melanoma ainda se manifestará com o tempo, e será ainda mais difícil de tratar.

O principal método de lidar com o melanoma é cirúrgico. O tipo de operação, assim como a terapia de manutenção, depende da presença de metástases.

  1. O estágio inicial da doença (sem metástase).

estágios do melanoma Quanto à remoção do primeiro melanoma emergido, e para o tratamento das recidivas, utilizou-se a excisão de tecido caso-fascial.

Ou seja juntamente com um nevo, retire a pele ao redor (1-3 cm, dependendo do estágio do processo), gânglios linfáticos afetados, gordura subcutânea para o músculo.

Alguns cirurgiões preferem a remoção de músculos e fáscias. O defeito é então restaurado com tecidos próprios ou sintéticos.

  1. Tumor metastático.

Se a formação “brotou” em outros órgãos, a operação não será suficiente. É necessário afetar todo o corpo para suprimir o crescimento de metástases. Para fazer isso, use radiação, imunoterapia e quimioterapia:

  • radioterapia - o melanoma reage mal a tal tratamento, porque é prescrito apenas se o paciente recusar categoricamente a operação. Ou em combinação com outro tipo de terapia. A dose total de radiação deve ser de pelo menos 120 Gy;
  • imunoterapia - o paciente é introduzido análogos dos componentes do seu próprio sistema imunológico. Interferão alfa , interleucina 2 e anticorpos monoclonais (ipilimumab, nivolumab) são prescritos. As preparações nem sempre estão disponíveis nos hospitais russos, mas esse tratamento é praticado ativamente no exterior, especialmente em Israel;
  • A quimioterapia é mais eficaz quando se utiliza Imidazolcarboxamida, que é capaz de fortalecer qualquer outra terapia em 20-30%. Outros agentes: carmustina, lomustina, ciclofosfamida.

A escolha da terapia é realizada pelo médico.

Infelizmente, mesmo que o tratamento seja feito na íntegra, o resultado nem sempre é positivo. Melanoma maligno pode retornar após algum tempo. É por isso que é importante não perder um segundo e começar a terapia o mais rápido possível.

Isso lhe dá mais chances de uma vida longa e feliz. Também é importante ter muito cuidado com seu corpo. Se você já foi diagnosticado com melanoma, elimine completamente o impacto de todos os fatores adversos. Isso ajudará muito no tratamento da doença.

Quantas vezes examinar-se depois da remoção de um nevo maligno?

Se uma remissão ocorreu como resultado do tratamento, a pessoa começa a viver uma vida plena. Mas você ainda precisa ir ao dispensário oncológico.

O primeiro ano após a cirurgia, as visitas ao médico serão freqüentes - a cada mês ou a cada trimestre. Então menos vezes - 1-2 vezes por ano Você não pode pular a pesquisa.

O médico deve monitorar constantemente o estado da ferida pós-operatória, a pele e os gânglios linfáticos mais próximos. Também é necessário fazer testes periodicamente e fazer exames para garantir que o corpo funcione corretamente.

Previsão

O sinal mais seguro de prognóstico em um nevo maligno é a profundidade do dano tecidual. Se a toupeira foi removida completamente e não há metástases, o prognóstico é favorável. Um papel importante é a idade e sexo do paciente.

As mulheres jovens são mais propensas a curar o melanoma. Se a doença foi iniciada, a probabilidade de uma sobrevida em cinco anos é de cerca de 10%.

Adicione um comentário

Seu email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *
O comentário aparecerá na página depois de ser moderado.